Exercício na melhor idade




Estamos no período da “melhor idade”. O número de brasileiros que passou dos 65 anos aumentou e isso significa que estamos cuidando mais da nossa saúde e alimentação. Nunca desejamos tanto fórmulas de viver por mais tempo como agora.

Mas, para ter uma vida saudável e longa, não é preciso muito segredo. A boa alimentação, os cuidados com a saúde e os exercícios físicos e mentais dão forma para nosso corpo, mente e alma.

E, muito mais que trazer saúde para os idosos, os exercícios físicos também trazem independência e ajudam a socializar, fazendo com que essa nova fase seja menos solitária. Entre os exercícios mais adequados, estão:

Alongamentos:

 Ajudam a prevenir lesões. Mesmo uma sequência simples é capaz de trabalhar todo o corpo. Para começar a se mexer ou antes de realizar uma atividade mais pesada, é importante acordar todo o corpo.

Caminhada:









É uma ótima atividade para começar a acelerar o metabolismo. Além disso, ajuda na queima calórica, no sistema circulatório e no respiratório a trabalharem de forma mais eficiente.

Musculação:



Ótimo exercício para fortalecer os músculos e recuperar movimentos que foram se perdendo com o passar do tempo. É importante ter acompanhamento de um profissional para evitar possíveis lesões.

Yoga, Pilates e Tai Chi Chuan:



Estas atividades são ótimas para a terceira idade pois permite que a evolução seja no seu ritmo. Além disso, também trabalha a saúde psicológica, a flexibilidade e o equilíbrio.



Antes de começar qualquer exercício, é muito importante que o idoso vá aos médicos e verifique se está pronto para começar a aumentar o seu ritmo do dia a dia. Depois disso, é só colocar uma roupa fresca, preparar sua garrafinha de água para se manter hidratado e começar a se mexer!

Deixe seu Comentário

Esse tal de Rock'n'Roll!
















Hoje, 13/07, é dia do rock. Este estilo musical que diz tanto sobre a cultura e a história do mundo. Mas, se várias vezes falamos do rock internacional por aqui, hoje é a vez dele, o rock nacional! E aproveite, este é um post cheio de links para você passar o dia cantando!

Muita gente acha que o rock nacional surgiu com Legião Urbana, Paralamas do Sucesso, Plebe Rude. Mas antes disso já se fazia um som bom. Celly Campello estourou nas rádios com os sucessos Banho de Lua e Estúpido Cupido, no começo da década de 1960.


Logo depois veio a Jovem Guarda com Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa. Tudo isso com grande influência no rock dos anos 50 (Bill Haley, Elvis Presley, Chuck Berry e Little Richard).


A década de 70 chega com o som psicodélico dos Secos e Molhados e Raul Seixas. O Metamorfose Ambulante mudou a cabeça de muita gente e fez com que o som se tornasse ainda mais pesado. A década muda e as influências também. The Cure, Joy Division, The Smiths, The Beatles, Ramones... tudo isso deu força para que aparecesse Aborto Elétrico, Legião Urbana, Capital Inicial... tendo Brasília como um grande palco do rock'n'roll!

O tempo muda, os estilos também. Começam a surgir bandas influenciadas em outros estilos, como Raimundos, Charlie Brown Jr, Pato Fu... o som mais experimental, com base nos Ramones, Dead Kennedys, Red Hot Chili Peppers, The Police, entre outros.


E, se você quiser conhecer mais desse estilo animado e libertador, sugerimos algumas playlists:

Mulheres do Rock Nacional


Rock Nacional Brasileiro


Claro, isso é um super resumo do que foi e é o rock no nosso país. Faltou falar de Rita Lee, Os Mutantes, Sepultura, Nação Zumbi... mas, se você pode se aprofundar no tema, pode começar lendo os seguintes livros: Brock: o rock brasileiro dos anos 80 de Arthur Dapieve, Histórias secretas do rock brasileiro de Nélio Rodrigues, e Breve história do rock brasileiro de Ayrton Mugnaini Junior.

Então, prepare o fone de ouvido, dê play na sua música preferida e comemore esta data!

Deixe seu Comentário

Brincando nas férias!

Julho chegou e para muitos é um mês de sufoco. As crianças cheias de energia para gastar e os pais precisam de muita criatividade para entreter os pequenos.

Brinquedos podem ser uma boa sugestão, mas não podem ser a única fonte de diversão. Que tal criar um mundo de fantasias e criatividade? Quando você cria outras brincadeiras, passa mais tempo com a criança e ainda tem a possibilidade de enchê-lo de carinho!

Uma boa forma de diversão é invenção de histórias. Junte os filhos e amiguinhos para esta brincadeira. Você começa com um possível cenário e passa a sugestão para a criança dar continuidade a história. Cada um conta um pedaço dela, de acordo com sua imaginação!

Continuando a roda, você pode passar para o telefone sem fio. Você diz uma frase baixinho no ouvido da criança ao lado, que terá de repetir a frase no ouvido da próxima pessoa. A frase deve ser falada uma vez só, não vale repetir. No final, sairá um resultado engraçado e divertido, totalmente diferente da frase original.


E que tal criar uma hortinha? Compre sementes de algumas hortaliças, vasinhos e terra e prepare uma tarde divertida ensinando os pequenos a plantar e a cultivar seu próprio alimento. Além de criar senso de responsabilidade, eles também entenderão que comer frutas e verduras é divertido! 


Chegou a hora de acampar, e nada melhor que explorar a casa para isso. Pegue lençóis, cadeiras, almofadas e monte uma barraca no meio da sala. Dentro, você pode colocar pisca-piscas, lanchinhos e fazer brincadeiras de sombra e contação de histórias! 


E, se você lembrar um pouco da sua infância, poderá se inspirar e divertir ainda mais os pequenos. Cabo de guerra, amarelinha, pula elástico. Pique esconde, pega-pega... inúmeras brincadeiras deliciosas que ajudam a criança a gastar energia, aprendem sobre força de vontade, espírito esportivo e trabalho em equipe! 


Não deixe seu pequeno no tédio. Com um pouco de organização e muita criatividade, dá pra passar o dia se divertindo!

Deixe seu Comentário

Se deliciando na copa!



Eita! Brasil chegou nas oitavas de final e nosso coração tá como? Apertadinho, louco para torcer pelo nosso time! Próximo jogo será dia 02/07, às 11h e a gente já fica pensando no que comer durante o jogo.

Para ajudar na montagem do cardápio, vamos dar algumas dicas de petiscos deliciosos que não dão trabalho para fazer e muito menos para comer!

Pipoca:


Pipoca sempre é a melhor escolha no jogo. Fácil de fazer, tem opção salgada com temperos especiais e doce, e não precisa de muita coisa para comer. É só espalhar baldes e baldes de pipoca pela sala e mesas.

Batata frita: 



Semi-prontos ou feitos na hora, batata frita é sempre uma delícia. Dá pra fazer bastante para o 1º tempo e repor na hora do intervalo. Você ainda pode fazer nuggets, queijo a milanesa, onion rings... delícia!

Salgadinhos: 



Coxinha, rabinho de tatu, pastelzinho... encomendar salgadinhos polpa o trabalho de ir pra cozinha e ainda é um sucesso entre os torcedores!

Comidas temáticas:



Iremos jogar contra o México e nada mais justo que fazer petiscos mexicanos para o jogo! Nachos com chilli, tacos e guacamole estão entre os pratos preferidos. Aproveite!


Agora que o cardápio está pronto, é só gelar as bebidas, arrumar a sala, vestir a camisa da sorte e torcer pelo nosso Brasil campeão!

Deixe seu Comentário