Solta som, eu quero me concentrar!

Para ler ouvindo: David Gilmour – Smile



Todo mundo gosta de música. Seja o estilo que for, você sempre terá um momento de ligar o som para aproveitar. E olha só o que ela faz no nosso cérebro: é capaz de nos relaxar, nos encorajar, de nos concentrar. Uma música que tenha um ritmo semelhante aos batimentos cardíacos pode ser mais eficaz do que sedativos e relaxantes.

Graças a música podemos ficar felizes, curar aquela tristeza, nos declarações e até, olha só!, influenciar nos hábitos de consumo e a forma como percebemos o passar do tempo.

Com música, o tempo passa diferente:

Vinheta de teleatendimento, som ambiente em shopping... A música, nessas situações, serve para que o cliente não perceba que está esperando há muito tempo pelo atendimento ou não sinta o tempo passar, e assim, consumir mais. Bem como músicas que você não gosta, podem fazer com que três minutos pareçam 30 dentro da sua cabeça.

Academia e música: combinação perfeita:



Muita gente gosta de ouvir música enquanto corre ou malha na academia. Além de ser ótimo para distrair (como dissemos lá em cima), a música traz inúmeros benefícios para o seu desempenho.


Sincronizando o que você tá ouvindo com os exercícios e até os batimentos cardíacos, você pode melhorar sua performance. O site walk.jog.fm, por exemplo, faz playlists de acordo com o seu BPM e assim você pode alcançar aqueles quilômetros mais fácil. E o melhor, tem a versão corrida, e ciclismo também!

E no trabalho, pode?



Não só pode como deve. Sabendo escolher bem, a música poderá ajudar na sua concentração e até no desempenho do trabalho. A primeira coisa, e talvez a mais importante: use fones de ouvido. Vamos respeitar a individualidade do coleguinha ao lado. Agora que estamos de fone (ei, eu também estou ouvindo música!), vamos procurar o melhor estilo musical para trabalhar. Se você precisa exercer habilidades cognitivas, escolha músicas instrumentais. Esse tipo de estímulo exercita seu lado criativo. Se for querer músicas com letras, dê preferência a outros idiomas, para não confundir seu cérebro e você acaber escrevendo a letra naquele relatório.



De acordo com o site Megacurioso essas são os melhores estilos para focar no trabalho:

- Jazz: esse estilo tem muitas músicas sem letras e a maioria delas é capaz de deixar você bem-humorado. Entre os melhores nomes, procure também por Miles Davis, Alice Coltrane e Thelonious Monk.
- Música clássica e erudita: há muito o que explorar quando o assunto é música clássica. Muita gente diz que Johann Sebastian Bach é ótimo para resolver questões matemáticas.
- Composições minimalistas: são músicas capazes de deixar você concentrado em quase estado de transe. É um dos estilos favoritos de quem trabalha com design. Se você quer se aventurar nesse ritmo, escolha Steve Reich e Philip Glass.
- Músicas calmas: se você precisa de sua mente calma, procure ouvir Bonobo e Cinematic Orchestra.
- Músicas ambientes: para você esquecer que está ouvindo música, procure conhecer Brian Eno e Aphex Twin.
- Trilhas sonoras de filmes: indicadas para momentos desafiadores, como reuniões ou apresentações de projetos. Entre as trilhas recomendadas estão a de “Tron” e “A Rede Social”.
- Trilhas sonoras de videogames: aparentemente esse tipo de música é capaz de deixar você concentrado sem causar distração. A Orquestra Sinfônica de Londres faz versões impressionantes de algumas músicas de videogame.



Seleção musical feita? Agora é hora de aproveitar! Bom trabalho e divirta-se!

Deixe seu Comentário

Vamos mudar nossos hábitos?



Janeiro chegou e com ele, toda aquela lista enorme de promessas e vontades. Voltar a estudar, economizar dinheiro, fazer exercícios físicos, aprender a cozinhar... todo mundo tem aquela vontade de mudar. Muita vontade e pouca ação, não é mesmo?

Você já sabe que, para alcançar seus objetivos, além de muita vontade, é preciso uma mudança de hábito. Normalmente passamos 40% do nosso tempo na rotina do dia a dia, tomando decisões baseadas em ideias já estabelecidas em nosso inconsciente. Se, dentro desse período, você só mantém hábitos ruins, é mais difícil chegar a resultados satisfatórios.



Então é bem simples: realização de sonhos é, basicamente, mudar hábitos da nossa vida, certo? Nem tanto. A criação de um novo hábito não é nada fácil. Substituir um hábito ruim por outro melhor então, menos ainda, pois isso já está formado na sua mente.

Mas vamos começar a trabalhar para ter um 2018 mais produtivo? Por exemplo, você quer começar a fazer exercícios físicos. Não basta simplesmente se matricular na academia e comprar roupas para malhar. É preciso um gatilho.



Pense em recompensas mais saudáveis:
Entenda o que você está lucrando com determinado costume que deseja banir de sua vida. Deixar o sedentarismo de lado ajudará você a manter o corpo saudável, ter mais resistência e liberar endorfinas, que lhe deixará muito mais feliz. Legal, né?

Teste novas hipóteses:
O que leva você a não fazer exercícios físicos? Falta de tempo, de dinheiro ou falta de foco? Tente achar achar o gatilho para desistir da nova meta e comece, aos poucos, a mudar. Troque aquela cervejinha com os amigos na quarta a noite por uma caminhada no parque, por exemplo. Aos poucos você começará a colocar sua meta dentro da rotina.

Planeje-se:
Se você começou com uma volta no parque uma vez por semana e curtiu o resultado, que tal agora se planejar? Separar a roupa da caminhada diária no dia anterior já dá um impulso para não desistir. Chame um amigo e se comprometa, assim você não irá falhará com ele. Coloque o horário da caminhada na sua agenda do dia: ela é um compromisso assim como ir ao trabalho ou faculdade.

Foco:
Perceba a mudança que este novo hábito está trazendo para sua vida e comemore. É preciso reconhecer o seu esforço para assim ter aquele gás de continuar. Já consegue dar umas leves corridas? Seu dia rende mais e você está menos estressado? Todos esses momentos são importantes para você manter o foco.

E, se falhar, não sofra. Estudos dizem que é preciso pelo menos 66 dias para você mudar um hábito. Então, se naquela semana você não foi se exercitar, lembre dos primeiros passos, de tudo que você já conquistou e volte para a pista.

Seja qual for a mudança que você busca, o importante é persistir para chegar no resultado final. Estamos na torcida para você realizar seus sonhos!


Deixe seu Comentário